SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

CNPJ/MF nº 60.517.984/0001-04
Fundação:
25/27 de janeiro de 1930 (16 de dezembro de 1935).
Apelidos: O Mais Querido, Clube da Fé, SPFC, Tricolor Paulista.

Esquadrão de Aço (30-34), Tigres da Floresta (30-35), Rolo Compressor (38-39, 43-49), Tricolor do Canindé (44-56), Rei da Brasilidade (50-60), Tricolor do Morumbi (60-), Máquina Tricolor (80/81), Tricolaço (80/81), Menudos do Morumbi (85-89), Máquina Mortífera (92/93), Expressinho Tricolor (94), Time de Guerreiros (2005), Soberano (2008), Jason (08-09), 633 Squadron (2009).

Mascote: São Paulo, o santo.

Lema: Pro São Paulo FC Fiant Eximia (Em prol do São Paulo FC façam o melhor).

Endereço: Pr. Roberto Gomes Pedrosa, 1. Morumbi; São Paulo - SP.
CEP: 05653-070.
Site Oficial: www.saopaulofc.net ou www.spfc.com.br

E-mail: site@saopaulofc.net
Departamento Amador: esportesamadores@saopaulofc.net

Telefone: (55-0xx11) 3749-8000. Fax: 3742-7272.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

16 de Dezembro de 1935

Há 75 anos era refundado o São Paulo Futebol Clube. Entenda a data e comemore!


O São Paulo Futebol Clube nasceu do anseio de manter vivas as glórias e tradições de dois dos maiores clubes do período amador do futebol no Brasil.

Integrantes da AA das Palmeiras e dissidentes do CA Paulistano uniram suas forças e, assim, na Praça da República, nº 28, em 26 de janeiro de 1930 (sábado), foi assinada a ata de fundação do Tricolor Paulista, cujas cores de seu emblema e camisas vieram justamente de seus fundadores. O vermelho do Paulistano, o Preto da Palmeiras, e o Branco, comum a ambos.

O pensamento original era fazer coincidir o nascimento da nova agremiação com o aniversário da cidade – como um presente aos paulistanos –, todavia, os estatutos não ficaram prontos a tempo. Ainda assim, o clube sempre considerou que a 1ª fase de sua vida fora iniciada em 25 de janeiro. Como visto em seu atual estatuto:

O São Paulo Futebol Clube, fundado na cidade de São Paulo, onde tem foro e sede, em 16 de dezembro de 1935, preservador das glórias e tradições do São Paulo Futebol Clube, da Floresta, o qual foi fundado em 25 de janeiro de 1930 e extinto em 14 de maio de 1935, é uma Entidade de Prática Desportiva...


Rua Onze de Agosto, 9-A

Sede Praça Carlos Gomes

A infância do Tricolor foi encerrada no dia 14 de maio de 1935 por desentendimentos políticos e federativos. Sua trajetória, contudo, prosseguiu. Houve aqueles que não deixaram o sonho se esvair, seja com o nascimento do CA São Paulo, em 4 de junho de 1935, ou com a criação do Grêmio Tricolor, que mobilizou todos os são-paulinos para perpetuar o renascimento daquele que viria a ser conhecido como Clube da Fé.

Pois somente com Fé um Gigante seria capaz de se erguer mais uma vez, e, desta vez, do nada. Dos fundos de um pequeno porão alugado na Praça Carlos Gomes, nº 38 (chamado de sede em 1936) ao topo do futebol internacional, em suas três conquistas mundiais.

Então, em 16 de dezembro de 1935, às 20h00, no escritório do Dr. Silva Freire, situado na Rua Onze de Agosto, 9-A, tricolores de todas as estirpes compareceram à Assembléia de fundação do novo São Paulo Futebol Clube. Presidida por Porphyrio da Paz, a sessão de duas horas aprovou os estatutos e sua ata consagrou o renascimento do SPFC.

Foram seus assinantes: Manoel do Carmo Meca, Cid Mattos Viana, Francisco Pereira Carneiro, Éolo Campos, Manoel Arruda Nascimento, Izidoro Narvaes, Francisco Ribeiro Carril, José Porphyrio da Paz, Eduardo Oliveira Pirajá, Frederico Antônio Germano Menzen, Francisco Bastos, Sebastião Portugal Gouvêa (tio de Marcelo Portugal Gouvêa), Dorival Gomes dos Santos, Deocleciano Dantas de Freitas e Carlos A. Azevedo Salles Júnior. Posteriormente, outros 73 senhores também rubricaram seus nomes na certidão de batismo tricolor.Ata 1935 (Arquivo Histórico SPFC)

Em seguida, definiu-se, em eleição, a primeira diretoria: Presidente: Manoel do Carmo Meca; Vice-Presidentes: Alcides Borges, Francisco Pereira Carneiro; Secretário: Luiz Felipe Paula Lima; 1º Tesoureiro: Manoel Arruda Nascimento; 2º Tesoureiro: Izidoro Narvaes; Diretor Geral de Esportes: José Porphyrio da Paz; Representante junto a Liga Paulista: Frederico Antônio Germano Menzen.

Manoel do Carmo Meca, o primeiro signatário e primeiro presidente, um dia antes (15/12) havia lamentavelmente perdido seu filho, falecido. Sob luto, não esteve presente nos momentos iniciais da concepção de seu novo caçula. Mas seu instinto paterno à fundação o levou. Foi um verdadeiro pai para o São Paulo Futebol Clube em seus primeiros passos.

Por volta da meia-noite, a sessão foi encerrada sob vivas e aplausos. Imediatamente mensageiros são-paulinos partiram às rádios e jornais para anunciar a boa nova, em festejos quase natalinos. Francisco Pereira Carneio, no dia seguinte, registrava o nome e estatutos do novo Tricolor em cartório e diário oficial.

Estava decretado o renascimento do São Paulo Futebol Clube, que - quase 71 anos depois - foi consagrado em resolução municipal (Lei 14.229 de 11 de outubro de 2006) sob alcunha de “Dia Tricolor”.

Art. 1º Fica instituído o Dia do São Paulo Futebol Clube no Município de São Paulo, ou seja, o Dia Tricolor, a ser comemorado no dia 16 de dezembro de cada ano, em função dessa data ser a da fundação da agremiação.


As tuas glórias vêm do passado

Ainda que esta seja a data atualmente oficial de fundação, não se pode esquecer que a história são-paulina vem de muito antes. A letra do hino tricolor é em justa causa.

Em verdade, a data de fundação ‘16/12/1935’ somente foi instituída no estatuto do clube em 1940 (lá permanecendo até 1949 e sendo re-estabelecida somente em 1973). De 1956 a 1973, a norma maior do SPFC pregava que o clube fora fundado em 25 de janeiro de 1930 e somente reorganizado em 1935, como se vê:

“O “São Paulo Futebol Clube”, fundado na Cidade de São Paulo, onde tem foro e sede, em 25 de janeiro de 1930, extinto em 14 de maior de 1935 e reorganizado em 16 de dezembro de 1935, é uma sociedade civil”.

Além disto, tradicionalmente o São Paulo comemora seu aniversário ao dia 25 de janeiro (os amistosos festivos sempre ocorrem nesta data – junto ao aniversário da cidade), na Data Magna do clube, definida também por seu estatuto:

O dia 25 de janeiro é considerado data magna do São Paulo Futebol Clube, em homenagem à primeira partida oficial de futebol do Clube.

A partida em questão ocorreu em 25 de janeiro de 1936, contra a Portuguesa Santista (3x2).

Ainda assim, o dia 16 de dezembro é por demais significativo para toda a história são-paulina, pois é o marco de bravura e devoção, que levou o clube à reconquista de seu lugar ao sol. De superação e perseverança, que tanto caracterizou sua jornada, como bem realça a construção do Morumbi. E, principalmente, de fé, que o guiou com mãos fortes ao trono de Soberano do Brasil.

3 comentários:

  1. Belo texto.
    Eu sou daqueles que considera o SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE fundado em 1930. sem conversa.
    E cada vez que ouço falar SÃO PAULO DA FLORESTA me dá raiva, pois nunca exixtiu tal denominação.
    ------------------------
    Vejam as camisas, a de FRIEDREICH por exemplo, escrito SPFC e as mesmas formas e cores.
    ------------------------
    E antes que me esqueça, apesar de desprezarem nosso título de 1931, eu considero o 1ºão!
    [ ]s
    MR. INFORROCK

    ResponderExcluir
  2. Também considero esta data (25.01.1930) como a data principal; comemoro as duas claro. hehehe teremos dois centenários hehehe

    ResponderExcluir
  3. O Estatuto deveria começar do jeito que era antes,fundação 25/01/1930, extinto 14/05/1935 e reorganizado 16/12/1935,do jeito que está contraria o curso da história,onde já se viu 16/12/1935 vir a frente 25/01/1930, é como se um poste mijasse no cachorro totalmente incoerente.

    ResponderExcluir

Grandes Taças