SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

CNPJ/MF nº 60.517.984/0001-04
Fundação:
25/27 de janeiro de 1930 (16 de dezembro de 1935).
Apelidos: O Mais Querido, Clube da Fé, SPFC, Tricolor Paulista.

Esquadrão de Aço (30-34), Tigres da Floresta (30-35), Rolo Compressor (38-39, 43-49), Tricolor do Canindé (44-56), Rei da Brasilidade (50-60), Tricolor do Morumbi (60-), Máquina Tricolor (80/81), Tricolaço (80/81), Menudos do Morumbi (85-89), Máquina Mortífera (92/93), Expressinho Tricolor (94), Time de Guerreiros (2005), Soberano (2008), Jason (08-09).

Mascote: São Paulo, o santo.

Lema: Pro São Paulo FC Fiant Eximia (Em prol do São Paulo FC façam o melhor).

Endereço: Pr. Roberto Gomes Pedrosa, 1. Morumbi; São Paulo - SP.
CEP: 05653-070.
Site Oficial: www.saopaulofc.net ou www.spfc.com.br

E-mail: site@saopaulofc.net
Departamento Amador: esportesamadores@saopaulofc.net

Telefone: (55-0xx11) 3749-8000. Fax: 3742-7272.

domingo, 9 de maio de 2010

Selo "Campeão da Libertadores 1992/1993"


Imagem de Laerte Lobão

Data de emissão: 16/12/2001
Emissão: Clubes Brasileiros Campeões da Libertadores - São Paulo Futebol Clube - 1992 - 1993
Artista: Edu Carvalho
Valor facial: R$ 0,70
Tiragem: 2.000.000 cartela
Folha: 20 selos

SOBRE O SELO

No selo, o artista colocou em primeiro plano o jogador chutando a bola em direção ao gol. No lado superior esquerdo, o emblema do São Paulo Futebol Clube. Ao fundo, em segundo plano, observa-se a torcida presente na disputa pelo Campeonato. Foi utilizada a técnica mista (desenho, aquarela e manipulação eletrônica).

CLUBES BRASILEIROS CAMPEÕES DA LIBERTADORES - SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE - 1992 - 1993

Nos anos 90, o São Paulo Futebol Clube colocou definitivamente seu nome na história do futebol mundial. A década de ouro do time paulista foi marcada por muitos títulos, glórias e revelações de novos talentos. A conquista do Campeonato Brasileiro, em 1991, que garantiu a participação do time na Taça Libertadores da América, abriu caminho para a fase mais vitoriosa da história são-paulina. Em 1992, o Tricolor faturou sua primeira Libertadores, em dois jogos emocionantes contra o Newell's Old Boys, da Argentina. A primeira partida aconteceu em Rosário, com vitória do time argentino pelo placar de 1 a 0. No segundo confronto, no dia 17 de junho, no Morumbi, o São Paulo, empurrado por aproximadamente 110 mil pessoas, também venceu por 1 a 0, com gol de Raí. Na disputa por pênaltis, o esquadrão são-paulino levou a melhor: 3 a 2, de maneira sensacional. A torcida invadiu o gramado para comemorar o inédito triunfo.

Credenciado como o melhor time da América, o São Paulo partiu para o Japão, onde enfrentou, no dia 13 de dezembro de 92, a poderosa equipe do Barcelona, em partida válida pelo Campeonato Mundial Interclubes. Com dois gols de Raí e uma atuação espetacular de todo o time, o São Paulo derrotou o time catalão por 2 x1, sagrando-se campeão mundial de clubes pela primeira vez em sua história.

Mantendo a vitoriosa base de 92, o Tricolor repetiu a dupla façanha em 93. Venceu novamente a Libertadores da América e o Mundial Interclubes. No continente, a vitória aconteceu diante do Universidad Católica, do Chile. Na primeira partida, o São Paulo não teve piedade do rival chileno, aplicando uma memorável goleada por 5X1, com gols de Lopez (contra), Vítor, Gilmar, Raí e Muller. Na partida da volta, no Chile, o Universidad Católica venceu por 2X0. Na soma dos resultados, o São Paulo garantiu o bicampeonato da competição. A exemplo do ano anterior, os são-paulinos chegaram confiantes ao Japão para a final do Mundial Interclubes diante do Milan. Numa das melhores partidas de futebol em todos os tempos, o São Paulo ergueu pela segunda vez consecutiva o cobiçado troféu de campeão mundial, derrotando a equipe milanesa por 3X2, com gols de Palhinha, Cerezo e Muller. Com mais esta vitória, o Tricolor do Morumbi consolidou sua posição de melhor time do mundo.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), o São Paulo Futebol Clube tem a torcida que mais cresce no Brasil. Uma pesquisa constatou que, em dez anos, o número de são-paulinos aumentou, passando do sétimo para o terceiro lugar na preferência nacional. Depois dos espetaculares títulos conquistados nos últimos anos, a camisa tricolor passou a ser vestida por torcedores de quase todas as cidades brasileiras. O São Paulo, um dos maiores clubes do futebol brasileiro, em títulos e patrimônio, também é proprietário de um dos mais amplos estádios particulares do mundo, com capacidade para 80 mil pessoas. Possui, ainda, um centro de treinamento modelo e um parque social com condições para abrigar 30 mil associados.

Por toda esta história, o São Paulo, clube que amealhou grandes vitórias para o país, não poderia deixar de ser homenageado pelos Correios. Para tanto, a Filatelia Brasileira criou um selo que marca a trajetória desse time que brilhou, sobretudo nos anos 90, com a conquista de alguns dos mais importantes campeonatos do mundo.

Diretoria de Comunicações - São Paulo Futebol Clube
Site oficial dos Correios.


Agradecimentos a Laerte Lobão

Brasil 29.Ago.1987 (RHM C1560): Clubes de Futebol Campeões da Copa Brasil - Taça de Ouro - SÃO PAULO Campeão de 1977 e 1986. Envelope 1o. Dia de Circulação - FDC K.Filet, ilustrado, com Carimbo Comemorativo de São Paulo-SP (Catálogo Zioni/Soares número 4284D).

Agradecimentos também ao Fábio Carbone

Carimbo Comemorativo mostrando o Emblema do Clube, sobre envelope ilustrado de K. Filet.

Brasil 10-16.Mar.1994 São Paulo-SP (Catálogo Zioni/Soares n. 5343): SÃO PAULO Futebol Clube - Bi-Campeão Mundial Interclubes (1992 e 1993).

5 comentários:

  1. Opa,

    a imagem era do Julio Anderson :-)

    Abração,
    Fábio

    ResponderExcluir
  2. hehe depois eu arrumo em casa.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. tenhos dois selos dos campeões da libertadores, rs

    ResponderExcluir
  4. alguem sabe quanto vale isso?

    ResponderExcluir

Grandes Taças