SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

CNPJ/MF nº 60.517.984/0001-04
Fundação: 25 de janeiro de 1930
Apelidos: O Mais Querido, Clube da Fé, SPFC, Tricolor Paulista.
Esquadrão de Aço (30-35), Tigres da Floresta (30-35), Rolo Compressor (38-39, 43-49), Tricolor do Canindé (44-56), Rei da Brasilidade (50-60), Tricolor do Morumbi (60-), Máquina Tricolor (80/81), Tricolaço (80/81), Menudos do Morumbi (85-89), Máquina Mortífera (92/93), Expressinho Tricolor (94), Time de Guerreiros (2005), Soberano (2008), Jason (08-09).
Mascote: São Paulo, o santo.
Lema: Pro São Paulo FC Fiant Eximia (Em prol do São Paulo FC façam o melhor).
Endereço: Pr. Roberto Gomes Pedrosa, 1. Morumbi; São Paulo - SP. CEP: 05653-070.
Site Oficial: www.saopaulofc.net
E-mail: site@saopaulofc.net
Telefone: (55-0xx11) 3749-8000. Fax: 3742-7272.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Uniformes de treino dos anos 50

As imagens originais são em preto e branco
mas creio serem as cores mais aproximadas

Os leitores mais atentos já devem ter percebido isto, afinal usei estas fotos em outros textos. Mas se passou despercebido, vamos lá.


Aqui vemos claramente Leônidas da Silva, como técnico, e três jogadores do São Paulo com estes uniformes (completo: camisa, calção e meião) em seu campo de treinamento de 1955, o Canindé.


Na imagem acima, Leônidas, ainda como jogador, treinando no Pacaembu e usando uma versão semelhante à anterior, mas com gola branca e calção aparentemente vermelho. (Lembrando que Leônidas se aposentou em 1951, no Tricolor).


Por fim, vemos Canhoteiro, também no Canindé, a usar uma camisa listrada verticalmente, ao contrário das demais. Sabemos que Canhoteiro chegou ao SPFC em 1954, e que o clube deixou o Canindé em 1956. Logo, o uniforme está compreendido nesses anos.

São registros históricos... As imagens (principalmente pelo fato de serem muitas) não deixam mentir. Ainda assim, é temeroso falar que foram os uniformes oficiais de treino dos anos 50 - pois sequer apresentam o escudo do clube. E também nem sabemos se esse conceito existia -. O que se sabe, realmente, é que foram anos de aperto...

Muitas crônicas e depoimentos de dirigentes da época retratam uma peculiar frase, que aqui digo aproximadamente à versão original: O São Paulo era um clube com muitas dividas, uma bandeira e onze camisas, nada mais. Se formos levar ao pé da letra essa oração, talvez utilizassem uniformes reservas a fim de poupar os originais para os jogos oficiais. (E digo isso sem brincadeira alguma).

5 comentários:

  1. Leônidas foi nosso maior jogador de todos os tempos, mas não foi um técnico grande o suficiente pra me fazer lembrar dele em tal cargo... :P

    O uniforme é feio, parece vestimenta do Náutico (só a meia preta é o diferencial). Se tivesse o escudo são-paulino, poderia ser sensivelmente melhor.

    Mas vale como resgate histórico. Seu acervo de achados parece ser ilimitado...

    ResponderExcluir
  2. É reparar nas coisas, Mário hehe, pois essas imagens nem podem ser consideradas achados, não são raras hehe.

    Eu gostei do estilo, mas gostaria mais se fosse com listras mais largas, no caso da horizontal.

    ResponderExcluir
  3. Gostei também!

    Bem melhor do que quando usam uniformes azuis ou amarelos para os treinos.

    ResponderExcluir
  4. Essa era também uma das camisas que o Paulistano usava, como na excursão à Europa, por exemplo

    ResponderExcluir
  5. Sério Edison? nossa... rapaz, nem imaginei e agora depois que você contou parece tão óbvio. A cor bate e nossa, essa sim é uma boa descoberta hehe.

    ResponderExcluir

Grandes Taças