SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

CNPJ/MF nº 60.517.984/0001-04
Fundação: 25 de janeiro de 1930
Apelidos: O Mais Querido, Clube da Fé, SPFC, Tricolor Paulista.
Esquadrão de Aço (30-35), Tigres da Floresta (30-35), Rolo Compressor (38-39, 43-49), Tricolor do Canindé (44-56), Rei da Brasilidade (50-60), Tricolor do Morumbi (60-), Máquina Tricolor (80/81), Tricolaço (80/81), Menudos do Morumbi (85-89), Máquina Mortífera (92/93), Expressinho Tricolor (94), Time de Guerreiros (2005), Soberano (2008), Jason (08-09).
Mascote: São Paulo, o santo.
Lema: Pro São Paulo FC Fiant Eximia (Em prol do São Paulo FC façam o melhor).
Endereço: Pr. Roberto Gomes Pedrosa, 1. Morumbi; São Paulo - SP. CEP: 05653-070.
Site Oficial: www.saopaulofc.net
E-mail: site@saopaulofc.net
Telefone: (55-0xx11) 3749-8000. Fax: 3742-7272.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

O bom filho à casa torna

Retratei anteriormente em O último de uma grande era a escalação final do CA Paulistano, em 1929, e o marco inicial do São Paulo FC, em 1930.

Percebeu-se assim que praticamente todo o elenco do clube pai foi utilizado pelo filho, seja na partida inaugural, seja posteriormente durante aquele ano.

Entretanto, algo bem diferente ocorreu com a transição do São Paulo Futebol Clube de 1930-1935, para o de 1936... Todos sabem que a extinção do antigo clube foi traumática. Muitos sócios e jogadores rejeitaram a fusão com o CR Tietê - a transformação em Tietê-São Paulo.

Desta maneira, os próprios jogadores se mobilizaram e criaram o EC Independente e o CA Estudantes de SP. Porém, com o São Paulo renascido de suas cinzas, pouco a pouco regressaram à antiga morada. Seja individualmente, seja com o Tricolor absorvendo os clubes dele derivados...

Mas, vamos aos detalhes: O último jogo em que se tem conhecimento da escalação completa do SPFC/30-35 foi contra o CA River Plate, da Argentina, em 14 de fevereiro de 1935 - um amistoso realizado na Chácara da Floresta:
JURANDYR; AGOSTINHO e IRACINO; RAFFA, ZARZUR e OROZIMBO; VEGA, LUIZINHO, FRIEDENREICH, ARAKEN PATUSCA e JUNQUEIRINHA.
Cabe nota que não foi, de fato, o último jogo daquela fase (que foi em 24 de março de 1935, contra o Corinthians, vitória de 3 a 1 para o SPFC)... Enfim. Já em 25 de janeiro de 1936, alinharam-se contra a AA Portuguesa Santista, no Parque Antártica, os seguintes jogadores:
KING; RUY e PICARETA; FERREIRA (JULIO COLOSSO), JOSÉ e SEGOA; ANTONINHO, HERMENEGILDO GABARDO, JUCA (GUTIÉRREZ), CARRAZO e PAULINHO.
E, como se vê, nenhum jogador fazia parte do último escrete conhecido de 1935. Ainda assim, o novo São Paulo contava com alguém da velha guarda, que trazia o sangue do antepassado: O médio Ferreira, que fazia parte do segundo quadro (equipe reserva) do São Paulo "da Floresta" desde 1933.

Não somente ele fez parte do plantel de 1936: Armandinho, atacante, participou da segunda partida do novo clube, o deixou a seguir e retornou definitivamente em 1938, onde permaneceu até 1940. Detalhe: fazia parte do elenco são-paulino desde 1930.

Posteriormente outros regressaram: Junqueirinha (atacante, 30-35) em 1937; Ponzoníbio, (atacante, 34-35), Araken Patusca (atacante, 30-35), Iracino (defensor, 33-35), Lysandro (médio, 31-32) e Agostinho (defensor, 33-35) voltaram em 1938; Em 1939 Orozimbo (médio, 32-35) estava de volta.

O grande ponta Luizinho (30-35) e o descobridor do Pelé, o atacante Waldemar de Brito (33-35) novamente vestiram a camisa Tricolor em 1941. O último filho pródigo foi Zarzur, médio (33-35), reegresso em 1943.

Vale lembrar que Luizinho, foi o único jogador a ser campeão pelo São Paulo em suas duas fases: Campeão Paulista em 1931, 1943, 1945 e 1946.

A se lamentar, somente, a aposentadoria de Friedenreich, ocorrida ainda quando o SPFC se reestruturava em 1935...

5 comentários:

  1. Mais um texto com muitas informações. Não sabia desse caso do Luizinho, campeão com os dois São Paulos.

    Sobre posts anteriores:

    1. Juro que não lembrava dessa camisa com a marca da TAM, em 2002. Achei legal o flashback dos patrocinadores, embora não torça por eles e preferisse que fosse possível que a camisa do clube pudesse estar livre dos mesmos.

    2. Faltaram capas de jornais alagoanos com o Tri-Hexa, né? Me senti excluído! :P

    ResponderExcluir
  2. hehe Mário, não tive acesso (e quem fez a pesquisa foi o Régis). Mas você comprou os jornais ai no dia seguinte ao Hexa?

    ResponderExcluir
  3. Muito bom!

    Pena mesmo que o Friedenreich não tenha voltado. Poderíamos ter ganhado alguns Paulistas a mais com ele hehe...

    ResponderExcluir
  4. Talvez, ele ja tava bem velhinho hehe. Em 1937, com mais de 40 anos, ele ainda disputou uma pelada pelo Palmeiras (vi isso hj no almanaque deles... Ele poderia ter terminado sem essa hehe).

    ResponderExcluir
  5. No Blog do marcão tem a ficha técnica do último jogo do São Paulo da Floresta contra o Corinthians

    ResponderExcluir

Grandes Taças