SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

CNPJ/MF nº 60.517.984/0001-04
Fundação: 25 de janeiro de 1930
Apelidos: O Mais Querido, Clube da Fé, SPFC, Tricolor Paulista.
Esquadrão de Aço (30-35), Tigres da Floresta (30-35), Rolo Compressor (38-39, 43-49), Tricolor do Canindé (44-56), Rei da Brasilidade (50-60), Tricolor do Morumbi (60-), Máquina Tricolor (80/81), Tricolaço (80/81), Menudos do Morumbi (85-89), Máquina Mortífera (92/93), Expressinho Tricolor (94), Time de Guerreiros (2005), Soberano (2008), Jason (08-09).
Mascote: São Paulo, o santo.
Lema: Pro São Paulo FC Fiant Eximia (Em prol do São Paulo FC façam o melhor).
Endereço: Pr. Roberto Gomes Pedrosa, 1. Morumbi; São Paulo - SP. CEP: 05653-070.
Site Oficial: www.saopaulofc.net
E-mail: site@saopaulofc.net
Telefone: (55-0xx11) 3749-8000. Fax: 3742-7272.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Taça Henrique Mündel

Contexto da Época

Após aventuras e desventuras do início da década de 30, o São Paulo suplantava as dificuldades com o maior dos empenhos, tanto que, em artigo entusiasmado de 21 de junho de 1937 o mais famoso jornalista da crítica esportiva paulista, Thomaz Mazzoni, proclamou o Tricolor como "O Clube da Fé".

Somente fé e trabalho poderiam erguer um clube verdadeiramente grande, rompendo a barreira dos já veteranos rivais, há muito estabelecidos. Dessa maneira, a reincorporação do Estudantes Paulista - clube irmão de origem e que passava por dificuldades financeiras após um golpe sofrido em uma excursão ao Chile - em agosto de 1938 foi um passo crucial para a concretização desses sonhos.

Após essa absorção, o SPFC goleou em seguida o Corinthians por 3 x 0 em 25 de agosto e o Palestra Itália, por 6 x 0 em 26 de março de 1939, ainda valendo pelo Paulistão de 38, onde terminamos com o vice-campeonato, após uma final controversa contra o Corinthians, a qual os próprios torcedores reconhecem que o gol de empate e do título foi marcado com a mão ["Com o pé e com a mão", página 88 do Almanaque do Corinthians da Revista Placar].

Todavia, não se pode esquecer dos passos que o clube traçou antes disso...

O Festival

Um outro exemplo do árduo trabalho Tricolor, que mesmo ainda sem ter conquistado suas glórias sempre acreditou, desde nascença, ser um clube grande, foi a criação do Festival do São Paulo FC.

Esse festival foi realizado em julho de 1938, logo após a Copa do Mundo da França... A idéia era envolver as equipes do futebol paulista que estavam paradas durante esse torneio. Assim, Portuguesa, Palestra Itália e Corinthians foram convidadas para um torneio, e o São Paulo, como anfitrião da disputa, ofereceria ao vencedor a Taça Henrique Mündel - ou Augusto Henrique Mündel Jr.

Como era um torneio amistoso promovido e idealizado pelo SPFC, obviamente todos os fundos arrecadados seriam destinados ao caixa do clube. Essa é a verdade da famosa lenda do "Jogo das Barricas". Cabe enfatizar então que, de doação não houve nada. O que aconteceu é que os clubes envolvidos aceitaram os termos do acordo. Nunca houve doação de renda pois de fato a renda nunca foi dos clubes participantes, e sim do promotor do evento. Aos participantes somente cabia a disputa pela Taça do Festival.

Os jogos da competição, todos realizados no mesmo dia, 3 de julho de 1938: Ou seja, as quatro torcidas estavam presentes no local, o Parque Antárctica.

Corinthians 0 x 0 Palestra Itália. Nos escanteios, o Corinthians venceu por 2 x 0.
São Paulo 0 x 3 Portuguesa.

Final:
Corinthians 2 x 1 Portuguesa

Assim o time do Tatuapé conquistou a Taça Henrique Mündel do Festival do São Paulo FC.

Ficha do jogo do SPFC (deixo aqui de modo especial, como prova da participação dos quatros clubes no evento):
03.07.1938 Festival do São Paulo FC - Taça Henrique Mündel
São Paulo (SP) Estádio Palestra Italia - Parque Antarctica

Associação PORTUGUESA DE ESPORTES (SP) 3 X 0 SÃO PAULO Futebol Clube (SP)

Escalação SPFC: King; Annibal e Horácio; Cozinheiro, Damasco e Felipelli; Ministrinho; Pixe, Elyseo (Carioca), Milani e Dentinho (Osvaldo).

Técnico: Tito Rodrigues
Árbitro: Leon Wowar

Outros Exemplos

Vale dizer também que festivais assim eram comuns naquela época. Havia também o Festival da APEA, por exemplo, conquistado pelo São Paulo em 1931 e pelo Palestra em 1927, do CA Brasil (1931), do SC Sírio (1931), do SC Internacional - Taça Lacta (1926, 1928), do CA Paulistano - Taça Arthur Friedenreich (1927), do Antártica FC - Taça Antárctica (1921), do SC Americano - Taça Nerone (1927), da A Portuguesa de D - Taça Portuguesa (1938), dentre inúmeros outros.

Corinthians e Palmeiras também tinham seus festivais e suas taças
, que quase sempre colocavam em disputa um contra o outro, ou também com o São Paulo (Taça Domingos Manoel Corrêa, de 1942, foi um exemplo de mobilização dos três clubes para arrecadar fundos para "a páscoa dos esportistas" - é o que diz o Almanaque do Corinthians - Outra citação válida é o Troféu Corinthians, disputado entre Corinthians e São Paulo em 1941).

Nunca ouve isso de caridade com outro clube para salvá-lo de suposta falência. O que existia de fato eram amistosos e disputas por taças (como se poderá ver nos jornais abaixo, havia interesse dos clubes em disputá-las). Eram sempre partidas amistosas - praticamente quase todo amistoso valia uma taça -, mas que rendiam "títulos", sendo bem valorizados à época em que faltavam campeonatos de maior glória e renome, como nacionais e internacionais.

Se não fosse algo aprazível, não se teriam tantas disputas similares. Basta ver na lista de títulos desses clubes mais antigos que se percebe facilmente sua quantidade e o quanto era proveitoso a eles - e pensar que hoje em dia não valem quase nada...

Fontes: UNZELTE, Celso Dario. Almanaque do Corinthians da Revista Placar. Editora Abril.
GIACOMINI, Conrado. Dentre os Grandes, És o Primeiro. Editora Ediouro.
Quadro de títulos do SPFC (e pesquisa de André Nascimento Pereira), SEP e SCCP.

Adendo muitíssimo especial

Abaixo, imagens do jornal Folha da Manhã, levantadas pelo blog Cruz de Savóia (que aqui direciono url apesar de seu teor ofensivo e de pouco respeito) em um belo achado, mas que não muda nada do que foi dito antes - na verdade, somente corrobora:




Festival, o nome já diz... uma festividade com jogos INDEFINIDOS e GRATUITOS. Ora, os fatos de um torneio com os jogos ainda a serem sorteados, além da gratuidade da peleja, torna muito questionável, senão risível, a idéia de que algo assim salvaria alguma coisa de falência iminente... como a lenda diz. Se assim o fosse, não seria desta maneira.

Não se nega a existência do torneio - conforme apresentado - tão pouco a situação econômica desfavorecida do São Paulo de 1936 a 1938. Tal como dito neste mesmo jornal, já praticamente superada.

O São Paulo não deve sua existência a quaisquer pessoas ou entidades alheias, deve sim a homens que batalharam muito para fundá-lo e mantê-lo vivo. Homens como Porfírio da Paz.

33 comentários:

  1. Ótimo esclarecimento, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Cada um conta a história que lhe é conveniente. Marco Aurélio Cunha, no programa do Milton Neves, ainda quando estava na Record, cofirmou tal jogo como levantamento de fundos para o SPFC, dinheiro que o ajudaria a evitar a falência, e que ainda teve o seu presidente passando pela arquibancada colhendo trocados dos torcedores de SCCP e SEP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marco Aurélio Cunha é um fanfarrão.

      Excluir
    2. Quem é Marco Aurélio mesmo?

      Excluir
    3. Falar é fácil... nunca vi o MAC falar uma bobagem dessas... nem confirmar nada disso...

      Excluir
  3. O título seria: Como tentar mudar ou adulterar a VERDADE e os FATOS da época!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como era um torneio amistoso promovido e idealizado pelo SPFC, obviamente todos os fundos arrecadados seriam destinados ao caixa do clube.
      03.07.1938 Festival do São Paulo FC - Taça Henrique Mündel
      São Paulo (SP) Estádio Palestra Italia - Parque Antarctica.
      O SP organizou e por isso mesmo sendo no Palestra ele ficaria com o dinheiro? Mai ou menos assim, eu convido você pra fazer um cinema na sua casa e todos que vão tem que pagar pra mim por estar organizando? KKKKKK

      Excluir
    2. Então, segundo o que você está falando, a doação do Palmeiras foi o Palestra Itália. Que generosos!!! hahahahaha
      Realmente, dava pra salvar um time de uma falência iminente como vocês, proto-rivais, costumam falar. hahahahaha
      E sim, o texto do jornal é bem claro: "vem atravessando uma crise, cujos efeitos, felizmente, já estão quase combalidos".
      Bom, a pesquisa do Michael é bem clara e com fontes interessantes como o acervo folha (todo mundo tem acesso na internet) e o almanaque do corinthians do Celso Unzelte. É só pesquisar mais filho, não tenha preguiça, e para de ler porcarias como cruz de savóia, meu timão, etc. E também aconselho a parar de assistir Dr. Osmar, Chico Lang, Milton Neves. Isso faz mal ao cérebro.

      Excluir
  4. ah claro, o presidente? o presidente seria o porfirio da paz né? Pq esse boato é com o nome dele, ele que nunca nem foi presidente do SPFC...

    claro.

    FONTE?

    Ai no texto tem duas.

    E o que o MAC falou não importa, o Zetti ja falou que o spfc teria caido em 1990, mas nao caiu. Pergunta pro Zetti se ele leu os regulamentos?...

    E o que nao está dito ai, pois ainda estou pesquisando, mas ja que insistem:

    O dinheiro era para sanear o caixa do Estudantes de SP - que levara o tal calote no estrangeiro, para a fusão/absorção do clube. Pois nao poderia haver fusão se os bens deles fossem "confiscados". Não haveria razão de ser de se unirem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como era um torneio amistoso promovido e idealizado pelo SPFC, obviamente todos os fundos arrecadados seriam destinados ao caixa do clube.
      03.07.1938 Festival do São Paulo FC - Taça Henrique Mündel
      São Paulo (SP) Estádio Palestra Italia - Parque Antarctica.
      O SP organizou e por isso mesmo sendo no Palestra ele ficaria com o dinheiro? Mai ou menos assim, eu convido você pra fazer um cinema na sua casa e todos que vão tem que pagar pra mim por estar organizando? KKKKKK

      Excluir
    2. Então, segundo o que você está falando, a doação do Palmeiras foi o Palestra Itália. Que generosos!!! hahahahaha
      Realmente, dava pra salvar um time de uma falência iminente como vocês, proto-rivais, costumam falar. hahahahaha
      E sim, o texto do jornal é bem claro: "vem atravessando uma crise, cujos efeitos, felizmente, já estão quase combalidos".
      Bom, a pesquisa do Michael é bem clara e com fontes interessantes como o acervo folha (todo mundo tem acesso na internet) e o almanaque do corinthians do Celso Unzelte. É só pesquisar mais filho, não tenha preguiça, e para de ler porcarias como cruz de savóia, meu timão, etc. E também aconselho a parar de assistir Dr. Osmar, Chico Lang, Milton Neves. Isso faz mal ao cérebro.

      Excluir
    3. Esse torneio foi sim só para o São Paulo não falir,sou a favor que faça caso grandes clubes precise,exemplo Portuguesa,Vasco e etc.

      O São Paulo Caiu no Paulistão de 1990 e não disputou a série B do Paulistão,porque mudaram a regra do campeonato! Mas que Caiu,Caiu sim! o próprio técnico Tele Santana falou isso > https://www.youtube.com/watch?v=SyEGyQjDGg8

      Todos caem um dia, Caiu Botafogo,Grêmio,Atlético PR,Palmeiras caiu duas vezes e mesmo assim não aprende, Corinthians caiu e depois disso Ganhou de Tudo, Atlético MG Caiu e depois disso Conquistou a Libertadores, River Plate Caiu e depois disso conquistou a Libertadores tbm.
      Só verdades!

      Excluir
  5. Tanto que semanas depois, a união foi concretizada.

    ResponderExcluir
  6. Adicionadas imagens de jornais de época, obrigado ao cruz de savóia, heehehe

    ResponderExcluir
  7. Michael, só tira o acento de "GRATUÍTOS", hehe...

    ResponderExcluir
  8. Atualizei com a ficha do jogo do spfc, sua participacao no torneio.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. AHHHH
    Esse torneio foi vencido pelo Timão não é ??
    Hehehehehehe

    ResponderExcluir
  11. Bem,se faliu é como disse o Dr Marco Aurelio Cunha em resposta ao Dr Osmar de Oliveira no progrma terceito tempo da TV bandeirantes: é melhor falir e pedir esmola do que está envolvido em esquema de lavagem de dinheiro: vide Palmeiras/Parmalat e Corinthinas/MSI e isso é história recente não na decada de 30.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então se a lavagem de dinheiro tivesse acontecido em 1930 estava tudo bem? E outra coisa, vai saber pq faliu, quem garante que não foi usado esse dinheiro de forma desonesta?

      Excluir
  12. No almanaque do são paulo não tem esse jogo contra a portuguesa por essa taça henrique mundel,quem elaborou o almanaque errou em deixar esse jogo de fora ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem criou o almanque não quis mostrar que na história do São Paulo também tem coisas de que o São Paulo não pode se orgulhar.

      Excluir
    2. o almanaque do SPFC tem varias lacunas. Vários jogos não estão presentes lá, dezenas.

      Excluir
  13. Este blog vai ser SEMPRE, o melhor blog do São Paulo FC.

    ResponderExcluir
  14. Isso é óbvio, nem precisava dessa explanação, muito bem feita digasse de passagem.
    É muita pretensão de galinhas e pórcos, reivindicar a nossa existência por caridade deles. Mais uma das muitas lendas criadas no mundo do futebol.

    ResponderExcluir
  15. O texto é de um jornalista neutro, consagrado....Lógico que os rivais vão falar o contrário....Eu acredito em Thomaz Mazoni e acho que o spfc é o que é hoje devido a luta de seus criadores.. Quisera os seus rivais tivessem o tutanto a coragem de construir um colosso de 150.000 lugares em pleno 1953..Como sempre, o spfc, está na frente dos seus invejosos rivais...spfc tri do mundo tri da libertadores......

    ResponderExcluir
  16. O tal Festival ocorreu no Estádio Palestra Itália do Parque Antártica que pertencia ao então Palestra Itália. Este clube abriu mão do aluguel já que o pequeno São Paulo não tinha um estádio para promover o evento. Da mesma forma a Federação abriu mão do percentual da renda em benefício do organizador que, repetidamente, nos meios de comunicação pediu a contribuição de torcedores em auxílio do clube. É só acessar os jornais da época. Não adianta florear. Se não fosse pelos clubes paulistas que aceitaram o convite, talvez o SPFC hoje não existiria.

    ResponderExcluir

Grandes Taças