SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

CNPJ/MF nº 60.517.984/0001-04
Fundação:
25/27 de janeiro de 1930 (16 de dezembro de 1935).
Apelidos: O Mais Querido, Clube da Fé, SPFC, Tricolor Paulista.

Esquadrão de Aço (30-34), Tigres da Floresta (30-35), Rolo Compressor (38-39, 43-49), Tricolor do Canindé (44-56), Rei da Brasilidade (50-60), Tricolor do Morumbi (60-), Máquina Tricolor (80/81), Tricolaço (80/81), Menudos do Morumbi (85-89), Máquina Mortífera (92/93), Expressinho Tricolor (94), Time de Guerreiros (2005), Soberano (2008), Jason (08-09), 633 Squadron (2009).

Mascote: São Paulo, o santo.

Lema: Pro São Paulo FC Fiant Eximia (Em prol do São Paulo FC façam o melhor).

Endereço: Pr. Roberto Gomes Pedrosa, 1. Morumbi; São Paulo - SP.
CEP: 05653-070.
Site Oficial: www.saopaulofc.net ou www.spfc.com.br

E-mail: site@saopaulofc.net
Departamento Amador: esportesamadores@saopaulofc.net

Telefone: (55-0xx11) 3749-8000. Fax: 3742-7272.

domingo, 20 de julho de 2008

1º clube com 1.500 gols no Brasileirão

São Paulo é o primeiro a atingir marca de 1.500 gols em Brasileiros

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O gol marcado por Rogério Ceni, o primeiro do São Paulo na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo neste domingo, no estádio do Morumbi, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, ostenta marcas históricas.

Este foi o gol de número 1.500 do São Paulo em Campeonatos Brasileiros. O time do Morumbi é o primeiro a atingir essa marca e este ano deverá seguir como único a atingi-la também.

O segundo clube nesta contagem é o Vasco, que com o gol marcado na derrota por 3 a 1 para o Atlético-PR chegou aos 1.435 e precisaria de uma média de 2,6 gols até o final do ano para chegar a 1.500.

Outra marca importante atingida pelo goleiro tricolor é pessoal. Este foi o gol de número 80 na carreira de Rogério. Ao todo, são 46 de falta e 34 de pênalti. Neste ano, no entanto, o goleiro tem uma média baixa. Esse foi apenas o segundo gol em 2008, o primeiro no nacional.

----

Vale ressaltar que, o SPFC também foi o primeiro clube a alcançar a marca de 1.000 gols no Campeonato Brasileiro, também com Rogério Ceni, em 2000 num jogo contra o Internacional no Morumbi. (isso contando os gols dos jogos anulados de 1999, sem ele, o autor do 1.000 gol foi Marcelo Ramos, ainda nesse ano de 2000). Aliás:

----

O GOL 1500 VALE OU NÃO VALE?

postado por Paulo Vinícius Coelho

Boa polêmica sobre o gol 1500 do São Paulo, marcado por Rogério Ceni contra o Botafogo, no domingo.

O gol 1000 do São Paulo foi contado duas vezes. Em 2000, pela Copa João Havelange, Rogério marcou contra o Inter, no dia 17 de outubro, o milésimo do Tricolor no Brasileirão. Essa conta incluía os gols da vitória por 6 x 1 sobre o Botafogo e do empate por 2 x 2 contra o Inter, jogos que tiveram o placar mudado no STJD para 1 x 0 para os adversários do São Paulo. Sem contar os oito gols apagados pela Justiça, o milésimo foi marcado por Marcelo Ramos, contra o Sport, no dia 9 de novembro.

Do gol de Rogério Ceni até hoje, o São Paulo marcou 504 vezes no Brasileirão. Três desses gols foram anotados contra o Corinthians, nos 3 x 2 de 2005, jogo anulado no caso Edílson Pereira de Carvalho. Incluindo os 3 x 2 sobre o Corinthians, de maneira igual à inclusão dos jogos de 1999, o gol 1500 do São Paulo aconteceu contra o Vitória, em Salvador. Foi marcado por Hugo.

Se não se inclui os 6 x 1 sobre o Botafogo e os 2 x 2 com o Inter, de 1999, também não se inclui os 3 x 2 contra o Corinthians, de 2005. Nesse caso, o São Paulo chegou no domingo a 1493 gols. E faltam sete para o 1500.

Há uma razão para o gol 1500 ser de Rogério Ceni. Juridicamente, a decisão sobre os 6 x 1 sobre o Botafogo e 2 x 2 contra o Inter foi revogada. A decisão do jogo contra o Corinthians, não. De todo jeito, o gol 1500 tem muito do que o futebol brasileiro se acostumou: é jurídica.


2 comentários:

  1. Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii tudo bem aiiiiii???????????

    Oxiii 1.500 gols não tava sabendo isso não...hehe valeu pela informação!!

    Tricolor é Tricolor né, sempre batendo recorder hauahuahua

    bjss

    ResponderExcluir
  2. Assim como a beleza das Soberanas, imbatível, parabéns Pâm.

    ResponderExcluir

Grandes Taças