SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

CNPJ/MF nº 60.517.984/0001-04
Fundação:
25/27 de janeiro de 1930 (16 de dezembro de 1935).
Apelidos: O Mais Querido, Clube da Fé, SPFC, Tricolor Paulista.

Esquadrão de Aço (30-34), Tigres da Floresta (30-35), Rolo Compressor (38-39, 43-49), Tricolor do Canindé (44-56), Rei da Brasilidade (50-60), Tricolor do Morumbi (60-), Máquina Tricolor (80/81), Tricolaço (80/81), Menudos do Morumbi (85-89), Máquina Mortífera (92/93), Expressinho Tricolor (94), Time de Guerreiros (2005), Soberano (2008), Jason (08-09), 633 Squadron (2009).

Mascote: São Paulo, o santo.

Lema: Pro São Paulo FC Fiant Eximia (Em prol do São Paulo FC façam o melhor).

Endereço: Pr. Roberto Gomes Pedrosa, 1. Morumbi; São Paulo - SP.
CEP: 05653-070.
Site Oficial: www.saopaulofc.net ou www.spfc.com.br

E-mail: site@saopaulofc.net
Departamento Amador: esportesamadores@saopaulofc.net

Telefone: (55-0xx11) 3749-8000. Fax: 3742-7272.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

O mais vitorioso clube de futebol

... do Brasil, São Paulo Futebol Clube.

Eis o áudio do programa "Momento do Esporte", apresentado por Juca Kfouri, e narrado por este na Rádio CBN, um dia após a conquista do mundo, em 2005. Clique na imagem para ouvir ou salvar em seu computador.


E em seu blog pessoal, um lance a lance do dia de jogo e uma homenagem no regresso da vitória:

22 minutos

São Paulo e Liverpool jogam no Japão. Jogam xadrez. Mas quase Amoroso faz um gol típico do futebol brasileiro.

Mineiro!!!!!!!

Aí, né, como quem não quer nada, o pequeninho Mineiro entrou pelo meio de dois grandões e fez 1 a 0, fácil, fácil, uai! Fazia quantas horas mesmo que os homens não tomavam um golzinho?

Um tempo para o tri

Intervalo. O jogo é mais estudado e tenso que jogado. O São Paulo corre risco só na bola aérea. O São Paulo leva perigo com a bola no chão.

Um pouco de sorte e uma das tabelinhas entre Amoroso e Aloísio já teria acabado em gol. Um pouco de azar e uma cabeçada já teria vencido Rogério Ceni.

Decepção, entre os tricolores, só Cicinho, que falou muito e está jogando pouco, intimidado. Mas o resultado é justo, porque Mineiro, maneiro, fez um gol mais que legal.

Rogério!!!!

7 minutos. Gerrard bate falta com perfeição, no ângulo, quase indefensável.

Quase. Porque Rogério Ceni voa e faz defesa espetacular. O maior ídolo do São Paulo começa a ter que aparecer.

Tricampeão!!!!!!!!!!!!!

O segundo tempo foi de sufoco. Tinha de ser. O São Paulo é tricampeão mundial. Tinha de ser.

Porque perigo de gol mesmo, quando houve, Rogério segurou. E não me venham com o desinteresse dos europeus. Bastou ver o desespero deles à medida que escanteio para cá, escanteio para lá, Lugano devolvia, Fabão devolvia, Mineiro botava para quebrar.

Um gol de Mineiro, aos 27 minutos do primeiro tempo, entra para a história, como o gol que valeu o título, aquele gol que os Vermelhos não levavam havia 11 jogos. Só um gol.

Chove e faz frio em São Paulo. Mas os foguetes explodem nos quatro cantos da cidade. Quem sabe, de uma vez por todas, nós, brasileiros, enterremos o complexo de vira-latas. Por que imaginar que os estrangeiros são sempre favoritos?

Eram nada.

Barcelona, Milan, Liverpool. Três vezes o São Paulo atravessou o mundo para decidir a taça. E três vezes a trouxe para o Brasil. Porque um é pouco, dois é bom e três... bem, três é DEMAIS!!!!!

Rogério de ouro

Autor de um gol no primeiro jogo e de três defesas fundamentais na decisão, Rogério Ceni acaba de receber a bola de ouro como melhor do Mundial e o carro por ter sido o melhor do jogo. Será que comoverá Parreira?

Paulo Autuori

Discreto, inteligente, nenhum marketing. Campeão da Libertadores pelo Cruzeiro e pelo São Paulo, campeão mundial pelo São Paulo (não dirigiu o Cruzeiro na decisão perdida no Japão).

De alguma maneira, pela seriedade e sensatez, lembra o Mestre Telê Santana. O título é dos jogadores, será ele o primeiro a dizer, não por demagogia, como tantos, mas por achar isso mesmo. Mas é muito dele, também, ora se é.

... por fim:

O maior clube do Brasil

JUCA KFOURI
COLUNISTA DA FOLHA

O São Paulo é agora o clube mais vitorioso do futebol pentacampeão mundial. Ao ganhar o tri, superou até mesmo o Santos de Pelé. Até ontem, quando ambos eram bicampeões mundiais, a diferença estava exatamente no Rei do futebol, o que não é pouco.

Mas a nova conquista tricolor dá inegável vantagem ao ainda jovem clube do Morumbi. Em 70 e poucos anos de vida, ninguém ganhou mais do que o São Paulo F.C.

E, se não teve um Pelé, embora tenha tido Leônidas da Silva, o tricolor consagrou o mais simbólico de todos os inesquecíveis goleiros cujos nomes são associados automaticamente a um clube.

Nem é preciso dizer que se trata de Rogério Ceni, que ontem viveu uma noite de sonhos, daquelas que, depois de vividas, podem encerrar uma carreira, uma vida até. E que vida. Porque, se foi o Mineiro (que é gaúcho de Porto Alegre) que entrou entre os grandalhões para fazer o gol do trítulo (perdão) -e que gol, sô!, uai!, bah, tchê!-, o outro maior responsável pela conquista tratou de defender três bolas impossíveis, a primeira na cobrança perfeita batida pelo imbatível e batido Gerrard, cracaço.

O paranaense (de Pato Branco) Rogério não precisa fazer mais nada para ter seu lugar como Raí, como Telê Santana, como poucos.

Com 20 títulos estaduais, a melhor média entre todos os clubes paulistas, três brasileiros, três Libertadores e três Mundiais, não há como negar o óbvio, nem no botequim freqüentado pelos mais fanáticos adversários do São Paulo. Não tem para ninguém.

Essencial a firme, sensata, discreta e eficaz condução de Paulo Autuori, assim como é evidente que, com pequenos intervalos excepcionais, as diretorias do São Paulo têm se distinguido da incompetência generalizada que caracteriza a nossa cartolagem.

Pois de Lugano ao tri Mundial, Marcelo Portugal Gouvêa, o único presidente de clube que não votou pela reeleição do eterno manda-chuva da CBF, também merece ser louvado.

Mas, como sempre, os maiores méritos são dos atletas. E na vitória sobre o Liverpool alguns se destacaram mesmo, ou por causa do natural sufoco sofrido no segundo tempo da final. Rogério, Lugano -que não é um novo Dario Pereyra porque é Diego Lugano e basta-, Mineiro, Josué, Danilo, Aloísio (que passe para Mineiro!) e Amoroso foram os grandes nomes desta curta e impagável epopéia.

O São Paulo se deu maravilhosamente bem de novo onde, depois dele em 1993, o Grêmio (em 1995), o Cruzeiro (em 1997), o Vasco (em 1998) e o Palmeiras (em 1999) fracassaram.

E que nunca mais se diga que os europeus ligam pouco para o Mundial. Podem ligar de maneira diferente, de fato, mas o desespero que os Vermelhos mostraram a cada chance conjurada e a tristeza no final do jogo são suficientes para pôr as coisas em seus devidos lugares. Finalmente, parabéns à arbitragem mexicana, perto da perfeição.

__

Agradecimentos ao Jorge, que me enviou o arquivo de áudio e me mostrou os textos.

5 comentários:

  1. Oiee bom dia gato..
    tudo beleza?????

    Eita que louco esse rádio rsrsrs, adorei mesmo kkkkkk

    E ai o que vc acha que vai da no julgamento do Imperador?
    Ja que o bosta do romário foi absolvido por dopping rs...

    beijos

    ResponderExcluir
  2. gatooo socorro..rs vc lembra quanto te falei q queria trocar o fundo do meu blog..tipo la ta um rosa escura..trocar para preto..então eu fui no html achei aonde trocr a cor que é no background kk so que eu vou la troco coloco a cor que quero rs e quando eu vou ver no blog ta a metade preto e a outra metada rosa kkkk vc sabe o que pode ser isso??

    ahuhuauuahuu
    so eu mesmo pr te dar trabalho nisso né ehhee...

    ResponderExcluir
  3. tu é muito sofredor heim time não tem nada kkkkkk

    ResponderExcluir
  4. TANTO O SÃO PAULO COMO O BÔCA JÚNIÔR´S, TERIAM DE FAZER ACORDO COM A CONMEBOL E A UEFA PRA: 2 TIMÕES DA AMÉRICA IRÃO DISPUTAR TÔRNEIOS EUROPEUS COMO 2 TIMÕES DA EUROPA VIRÃO DISPUTAR TÔRNEIOS SUL- AMERICANOS. POÍS FALOU EM GANHAR TÍTULOS AQUI NA AMÉRICA, OS 2 SÃO OS FAVORITOS!

    ResponderExcluir
  5. Esse é meu time, os melhor do Brasil!!!

    ResponderExcluir

Grandes Taças